Dicas

Não existe mais Assistência Viagem. É tudo seguro viagem.

By

Em março de 2016 deixou de existir a tal da Assistência Viagem, que confundia muita gente. O que fui muito bom para os viajantes. Hoje, todas as empresas de seguro viagem são obrigadas a cobrir despesas médicas, hospitalares e odontológicas em viagens internacionais.

Entenda a diferença entre Assistência Viagem e Seguro Viagem e porque a mudança (caso raro) foi boa para os clientes.

O que era a Assistência Viagem

Mais barata do que o Seguro Viagem, a Assistência Viagem era um serviço muito mais restrito e com algumas malandragens pra escapar dos rigores da lei. Como assim?

Por exemplo, se o viajante precisasse de um hospital durante a viagem, ele deveria recorrer à rede de prestadores listados pela assistência. Se utilizasse outro hospital, era bem difícil conseguir o reembolso, mesmo enfrentando toda a burocracia necessária.

O cliente ficava totalmente vulnerável, à mercê dos planos, já que as assistências viagem não eram totalmente submetidas à SUSEP, a superintendência que fiscaliza o mercado de seguros no Brasil. Exceto em caso de morte acidental (e ninguém quer morrer, muito menos em uma viagem), não dava mesmo pra recorrer à SUSEP.

E agora, como é esse lance de ter apenas Seguro Viagem?

Agora ficou bem mais fácil para o cliente, que antes ficava tentado a escolher uma Assistência em vez de um Seguro. Afinal as Assistências eram mais baratas e, como seguros viagem eram vendidos basicamente por seguradoras e agências de viagem e intercâmbio, os clientes ficavam restritos à sabedoria, muitas vezes falha, dos vendedores.

Por isso a internet é tão importante. Hoje é fácil encontrar dicas de seguros viagem, comparar coberturas e pesquisar preços.

E existindo apenas o verdadeiro Seguro Viagem no mercado, sabemos que não estaremos presos a uma única e muitas vezes restrita rede de atendimento, já que o reembolso é regra nas coberturas.

O Seguro Viagem também precisa atendimento a doenças crônicas, mas, nesses casos, o valor da cobertura é bem menor.

E todo Seguro Viagem Internacional deve cobrir, obrigatoriamente, despesas médicas, hospitalares e ou odontológicas, traslado de corpo, traslado médico e regresso sanitário (se o segurado sofrer um acidente ou ficar impossibilitado de voltar à origem por conta de alguma enfermidade coberta pelo seguro, o plano indenizar as despesas dessa traslado de volta).

You may also like

Translate »
%d blogueiros gostam disto: